Escotismo

Escotismo, fundado por Lorde Robert Stephenson Smyth Baden-Powell, em 1907, é um movimento mundial, educacional, voluntariado, apartidário, sem fins lucrativos. A sua proposta é o desenvolvimento do jovem, por meio de um sistema de valores que prioriza a honra, baseado na Promessa e na Lei escoteira, e através da prática do trabalho em equipe e da vida ao ar livre, fazer com que o jovem assuma seu próprio crescimento, tornar-se um exemplo de fraternidade, lealdade, altruísmo, responsabilidade, respeito e disciplina.

A missão do escotismo é contribuir para a educação do jovem, baseado em sistema de valores baseados na Promessa e na Lei Escoteira, ajudando a construir um mundo melhor, aonde se valorize a realização individual e a participação construtiva em sociedade.

Conceitos inerentes à Lei Escoteira

Honra, integridade, lealdade, presteza, amizade, cortesia, respeito e proteção da natureza, responsabilidade, disciplina, coragem, ânimo, bom-senso, respeito pela propriedade e auto-confiança.

Quando Baden-Powell idealizou a Lei Escoteira, decidiu não estabelecer leis proibitivas, mas conceitos para formação de pessoas benévolas, para que, desta forma, o jovem escoteiro tivesse onde se espelhar e pudesse se orientar.

Princípios do Escotismo

A Organização Mundial do Movimento Escoteiro define como Princípios do Escotismo:

  1. Dever para com Deus (crença e vivência de uma fé, independentemente de qual seja);
  2. Dever para com os outros (participação na sociedade, boa ação, serviço ao próximo);
  3. Dever para consigo próprio (crescimento saudável e auto desenvolvimento).

Objetivos

O Propósito do Movimento Escoteiro é contribuir para que os jovens assumam seu próprio desenvolvimento, especialmente do caráter, ajudando-os a realizar suas plenas potencialidades físicas, intelectuais, sociais, afetivas e espirituais, como cidadãos responsáveis, participantes e úteis em suas comunidades, conforme definido pelo seu Projeto Educativo.

O Escotismo, como força educativa, se propõe a complementar a formação que cada criança ou jovem recebe de sua família, de sua escola e de seu credo religioso, e de nenhum modo deve substituir essas instituições.

Os Princípios do Escotismo são definidos na sua Promessa e Lei Escoteira, base moral que se ajusta aos progressivos graus de maturidade do indivíduo:


a) Dever para com Deus
 – Adesão a princípios espirituais e vivência ou busca da religião que os expresse, respeitando as demais.


b) Dever para com o Próximo
 – Lealdade ao nosso País, em harmonia com a promoção da paz, compreensão e cooperação local, nacional e internacional, exercitadas pela Fraternidade Escoteira. Participação no desenvolvimento da sociedade com reconhecimento e respeito à dignidade do ser humano e ao equilíbrio do meio ambiente.
c) Dever para consigo mesmo – Responsabilidade pelo seu próprio desenvolvimento.

 

LEIS E PROMESSAS

Promessa Escoteira ( Para Escoteiros, Escoteiras, Seniores, Guias, Pioneiros e Pioneiras)

Prometo pela minha honra fazer o melhor possível para:
Cumprir meus deveres para com Deus e minha Pátria;
Ajudar o próximo em toda e qualquer ocasião;
Obedecer à Lei Escoteira.

Promessa do Lobinho

Prometo fazer o melhor possível para:
Cumprir meus deveres para com Deus e minha Pátria;
Obedecer à Lei do Lobinho e fazer todos os dias uma boa ação.

Promessa de Adultos

Os Escotistas e Dirigentes, na cerimônia de Promessa ou na posse de um cargo, prestarão a Promessa Escoteira acrescentando ao final: “e servir à União dos Escoteiros do Brasil ”.

Promessa Escoteira ( Para Escoteiros, Escoteiras, Seniores, Guias, Pioneiros e Pioneiras)

Prometo pela minha honra fazer o melhor possível para:
Cumprir meus deveres para com Deus e minha Pátria;
Ajudar o próximo em toda e qualquer ocasião;
Obedecer à Lei Escoteira.

Promessa de Estrangeiros

Os estrangeiros prestarão a Promessa dizendo, após “deveres para com Deus ”, a frase “a minha Pátria e o Brasil”.

Lei Escoteira

I.    O Escoteiro tem uma só palavra; sua honra vale mais do que a própria vida.
II.    O Escoteiro é leal.
III.     O Escoteiro está sempre alerta para ajudar o próximo e pratica diariamente uma boa ação.
IV.    O Escoteiro é amigo de todos e irmão dos demais Escoteiros.
V.    O Escoteiro é cortês.
VI.     O Escoteiro é bom para o animais e as plantas.
VII.    O Escoteiro é obediente e disciplinado.
VIII.    O Escoteiro é alegre e sorri nas dificuldades
IX.    O Escoteiro é econômico e respeita o bem alheio.
X.    O Escoteiro é limpo de corpo e alma.

Lei do Lobinho

I.     O Lobinho ouve sempre os Velhos Lobos.
II.    O Lobinho pensa primeiro nos outros.
III.    O Lobinho abre os olhos e os ouvidos.
IV.     O Lobinho é limpo e está sempre alegre
V.     O Lobinho diz sempre a verdade.

Fonte: UEB-SCP.O.R